PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL


PÁGINA INICIAL
QUEM SOMOS
EVENTOS
LABORATÓRIOS
PARCEIROS
PROJETOS
TRABALHOS
 
Projetos

2013 - Atual

DESENVOLVIMENTO E APRIMORAMENTO DE TECNOLOGIAS INOVADORAS, VISANDO O APROVEITAMENTO INTEGRAL DE OLEAGINOSAS ALTERNATIVAS PARA A PRODUÇÃO DE BIODIESEL

Descrição: A presente projeto foi constituído com base nos termos do edital MCTI/CNPq, n° 40/2013: Seleção Pública de Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação voltados para a cadeia produtiva do Biodiesel, linha de pesquisa 3: Matérias-Primas para o Biodiesel / Diesel Renovável, sublinha (III) Estudos de Pós-Colheita, abrangendo processamento e armazenamento de grãos, condicionamento para extração, purificação e qualificação de óleos e aproveitamento de coprodutos. O projeto possui forte componente de inovação, expresso nas tecnologias pós-colheita para grãos oleoginosos de espécies alternativas para a produção de biodiesel como o girassol, cártamo, canola e crambe, e nas tecnologias de extração de óleos e aproveitamento dos coprodutos para a nutrição animal e vegetal.

Financiador: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.


2008 - 2011

MACAÚBA: PRODUÇÃO INTEGRADA E SUSTENTÁVEL DE BIOCOMBUSTÍVEIS

O projeto teve por objetivo geral o desenvolvimento de tecnologias para produção de biocombustíveis a partir do fruto da macaúba, tendo como principais objetivos: desenvolvimento de sistemas de pós-colheita para frutos de macaúba, novas alternativas para a otimização da extração mecânica dos óleos da polpa e da amêndoa de frutos da mesma, bem como da utilização dos coprodutos gerados e a caracterização física, química e energética deles, desenvolvendo tecnologia para a produção laboratorial e industrial de álcool etílico por via fermentativa, a partir das tortas da polpa e da amêndoa da macaúba, caracterizando os resíduos da produção de álcool visando à alimentação de ruminantes e a produção de biosorventes, desenvolvendo também tecnologias para o aproveitamento da vinhaça na geração de biogás e caracterização do resíduo da produção visando à nutrição vegetal.

Desenvolvimento de tecnologias para o aproveitamento de coprodutos (exocarpo e endocarpo) na produção de briquetes e carvão, para o aproveitamento de coprodutos na alimentação animal, para a produção de biodiesel etílico a partir de óleo de macaúba, desenvolvendo um estudo da viabilidade técnica, econômica e ambiental do processo de integração do aproveitamento dos frutos da macaúba para a produção de biocombustíveis (biodiesel, álcool etílico, biogás briquetes e carvão).

Financiador: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais


2008 - 2011

GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE ESTABELECIMENTOS GASTRONÔMICOS E DA CONSTRUÇÃO CIVIL

O projeto teve por objetivo geral o desenvolvimento de tecnologias para a gestão integrada de resíduos sólidos provenientes de estabelecimentos gastronômicos e de empresas de construção civil, nas cidades de Lavras, São João Del Rei e Tiradentes (Complexo Turístico da Estrada Real). Os objetivos específicos foram: identificação dos geradores de resíduos sólidos orgânicos e de gesso nas cidades de Lavras, São João Del Rei e Tiradentes (Complexo Turístico da Estrada Real), desenvolvendo metodologias de avaliação para caracterização dos resíduos sólidos produzidos pelos estabelecimentos gastronômicos. Desenvolvendo metodologias de avaliação para caracterização dos resíduos sólidos de gesso, produzidos pela construção civil, separação dos resíduos sólidos orgânicos presentes nos óleos residuais, produção de fertilizantes utilizando resíduos sólidos dos estabelecimentos gastronômicos e de gesso proveniente de resíduos sólidos da construção civil, promovendo o aproveitamento energético dos óleos reciclados processados para a produção de biocombustível, como fornecedor de energia em rações animais, utilizando os óleos reciclados na produção de sabão e estimulando um programa de educação ambiental pela gestão integrada de resíduos sólidos.

Financiador: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas


2008 - 2010

ESTRUTURAÇÃO DA PRODUÇÃO DE PLANTAS LEAGINOSAS PARA PRODUÇÃO DE BIODIESEL EM MINAS GERAIS

O projeto foi elaborado com o objetivo geral de desenvolver tecnologias para dar sustentabilidade agrícola para a produção de biodiesel no Estado de Minas Gerais. Assim, trabalharam-se prioritariamente com as culturas de algodão, girassol, nabo forrageiro e mamona.

Financiador: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.


2008 - 2008

CAPACITAÇÃO LABORATORIAL DA UFLA PARA EXTRAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE ÓLEOS

Desenvolvimento de ações de capacitação de pessoal na cadeia produtiva do biodiesel, com ênfase para a extração de óleos vegetais, purificação e caracterização desses óleos, com a disponibilização de equipamentos necessários para equipar o Laboratório Escola de óleos e Biodiesel da UFLA e apoiar a realização do 5º. Congresso Brasileiro de Plantas Oleaginosas, óleos, Gorduras e Biodiesel.

Financiador: Ministério da Ciência e Tecnologia.


2006 - 2009

PRODUÇÃO DE MAMONA: SUSTENTABILIDADE AGRÍCOLA PARA A PRODUÇÃO DE BIODIESEL NO SUL DE MINAS.

Disseminação de tecnologias fitotécnicas para dar sustentabilidade ao Programa de Produção de Biodiesel na microrregião composta pelo município de Varginha e circunvizinhos, com a implementação de unidades produtivas de demonstração da cultura da mamona associada à produção agrícola familiar e de pequenos produtores rurais. Difundir os benefícios da utilização do biodiesel na matriz energética, do aproveitamento da torta de mamona como um adubo orgânico de excelente qualidade e do aproveitamento da glicerina como matéria prima para as indústrias de cosméticos e farmacêutica de porte industrial e artesanal.

Financiador: Financiadora de Estudos e Projetos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, Prefeitura Municipal de Varginha.


2006 - 2006

PRODUÇÃO DE ENERGIA RENOVÁVEL E ALIMENTOS COM TÉCNICAS AGRÍCOLAS AMBIENTAL E SOCIALMENTE SUSTENTÁVEIS.

Este projeto tem por objeto promover a produção de energia renovável, alimentos e fibras com técnicas agrícolas ambiental e socialmente sustentáveis, como um vetor de desenvolvimento regional para o Norte do Estado de Minas Gerais.

Financiador: Ministério do Desenvolvimento Agrário


2005 - 2008

PRODUÇÃO DE OLEAGINOSAS: SUSTENTABILIDADE PARA PRODUÇÃO DE BIODIESEL EM MINAS GERAIS. FASE I

Este projeto foi elaborado com o objetivo geral de desenvolver tecnologia para apoiar a sustentabilidade do Programa Mineiro de Biodiesel. Na primeira fase do projeto, trabalhou-se prioritariamente com as culturas do algodão, amendoim, girassol e mamona. O projeto foi subdividido em três subprojetos:

  1. Germoplasma e melhoramento genético;
  2. Desenvolvimento de tecnologia fitotécnica;
  3. Produção, extração e processamento de óleos vegetais e resíduos industriais.

Financiador: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais


2004 - 2008

IMPLANTACAO DE UNIDADE PILOTO DE PRODUCAO DE BIODIESEL DE VARGINHA

Este trabalho foi executado com a finalidade de projetar e acompanhar a implantação da unidade piloto de produção de biodiesel municipal de Varginha, Estado de Minas Gerais. O projeto envolve: a disseminação da produção de plantas oleaginosas pelos agricultores do município de Varginha, em sistema de plantio solteiro e, principalmente, em sistema de plantio consorciado com a cultura do café, que ocupa um grande percentual da área agrícola do município; as atividades pós-colheita de plantas oleaginosas, envolvendo secagem, pré-limpeza e armazenagem; atividades de preparação da matéria prima, extração e purificação de óleos vegetais e a produção de biodiesel.

Financiador: Prefeitura Municipal de Varginha


2003 - 2006

APROVEITAMENTO DE RADIAÇÃO SOLAR EM DIFERENTES ARRANJOS DE MAMONA, FEIJÃO E CAFÉ PODADO, PARA PRODUÇÃO ALIMENTAR E ENERGÉTICA EM SISTEMA DE AGRICULTURA FAMILIAR

Avaliamos diferentes arranjos de plantio consorciado de mamona e feijão, como uma opção viável e autossustentável para o aproveitamento racional e econômico de áreas de café submetidos à poda (recepa), com total aproveitamento da mão de obra familiar, assim, para os diferentes arranjos, pretende-se verificar respostas: aproveitamento de radiação solar pelas culturas; produção de alimento; produção de óleo de mamona, com possibilidade de utilização na forma de energia (biodiesel) pelo próprio produtor; recuperação da lavoura de café; retorno econômico ao agricultor; uso de sensores de baixo custo no estudo da extinção da radiação solar.

Financiador: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais